Padrões fenológicos no Distrito Federal: congruência entre dados de herbário e estudos em campo

Autores

  • Juliana Silvestre Silva Departamento de Botânica, Universidade de Brasília
  • Carolyn Elinore Barnes Proença Departamento de Botânica, Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.17648/heringeriana.v6i1.47

Palavras-chave:

fenologia, mudanças climáticas, Cerrado

Resumo

O comportamento fenológico como ferramenta de detecção dos impactos das mudanças climáticas tem sido um dos métodos preditivos mais adotados recentemente e modelos baseados em grandes bancos de dados, como são os herbários, têm sido propostos. O uso de registros de herbário é uma ferramenta útil para examinar as tendências a longo prazo de eventos fenológicos e a relação destes com o clima. Por este motivo, foi incorporado ao programa BRAHMS o algoritmo PPI ("Phenological Predictability lndex") que estabelece padrões fenológicos baseando-se em dados de herbário. O objetivo deste trabalho é consolidar a informação fenológica disponível nos herbários do Distrito Federal para fomentar futuros estudos de monitoramento climático na região, comparar o pico e grau de concentração das fenofases através do cálculo do PPI e identificar ritmos climáticos anuais significativos fenologicamente, utilizando combinações de precipitação, temperatura e balanço hídrico, através de morfometria geométrica aplicada a climatogramas.

Biografia do Autor

Juliana Silvestre Silva, Departamento de Botânica, Universidade de Brasília

Doutoranda

Carolyn Elinore Barnes Proença, Departamento de Botânica, Universidade de Brasília

Docente

Downloads

Publicado

2014-11-14

Como Citar

Silvestre Silva, J., & Proença, C. E. B. (2014). Padrões fenológicos no Distrito Federal: congruência entre dados de herbário e estudos em campo. Heringeriana, 6(1), 87-89. https://doi.org/10.17648/heringeriana.v6i1.47

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)