A ARBORIZAÇÃO E SEUS CONFLITOS NO BAIRRO JARDIM DOS ESTADOS, POÇOS DE CALDAS - MG

Autores

  • Leda Carolina Carvalho Menezes Universidade Federal de Alfenas
  • Raíssa Tavares Universidade Federal de Alfenas
  • Luciana Botezelli Instituto de Ciência e Tecnologia da Universidade Federal de Alfenas

DOI:

https://doi.org/10.17648/heringeriana.v10i2.223

Palavras-chave:

Estruturas urbanas, Espécies arbóreas, Planejamento urbano

Resumo

O presente estudo consiste no levantamento e análise da arborização de um trecho do Bairro Jardim dos Estados, no município de Poços de Caldas – MG, tendo como objetivo diagnosticar e mapear os indivíduos arbóreos presentes na área pública e os conflitos existentes com estruturas urbanas. O processo de arborização é considerado uma estratégia para amenização de impactos ambientais e está associado à manutenção da qualidade de vida. Na área estudada foram encontrados através de estudo de campo, 204 indivíduos, de 30 espécies, pertencentes a 18 famílias. A espécie mais frequente foi a quaresmeira (Pleroma granulosa (Desr.) D. Don), representada por 31,86% dos indivíduos. O conflito com a rede elétrica foi o mais recorrente (68,63%). Foram encontradas no trecho estudado: 26,7% de espécies nativas; 16,7% de espécies nativas do Brasil, mas não da área estudada; 53,3% de espécies exóticas e 3,3% de espécies naturalizadas. Dentre as soluções para conflitos desta natureza, estão o planejamento da arborização, a adequada manutenção, condução dos indivíduos no pós-plantio e a adaptação das estruturas urbanas ao ambiente.

Biografia do Autor

Raíssa Tavares, Universidade Federal de Alfenas

Engenheira Ambiental e Bacharel em Ciência e Tecnologia

Downloads

Publicado

2017-05-31

Como Citar

Menezes, L. C. C., Tavares, R., & Botezelli, L. (2017). A ARBORIZAÇÃO E SEUS CONFLITOS NO BAIRRO JARDIM DOS ESTADOS, POÇOS DE CALDAS - MG. Heringeriana, 10(2), 132-146. https://doi.org/10.17648/heringeriana.v10i2.223

Edição

Seção

Artigos Originais