Florística, estrutura e diversidade da Mata de Galeria da Estação Ecológica de Águas Emendadas ESEC-AE. Brasil Central.

Autores

  • Ricardo Flores Haidar Universidade de Brasília
  • Jeanine Maria Felfili Universidade de Brasília
  • Gabriel Damasco University of California
  • Miguel Marinho Vieira Brandão Funatura
  • Daniel Costa Carneiro Instituto de Permacultura (IPOEMA)
  • Renato Nassau Lobo Universidade de Brasília
  • Aryanne Gonçalves Amaral Universidade de Brasília
  • Irving Martins Silveira Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.17648/heringeriana.v7i1.2

Palavras-chave:

Cerrado, conservação, similaridade, ecologia de comunidades, manejo de ecossistema

Resumo

O objetivo do estudo foi descrever a florística, estrutura e a diversidade da mata de galeria da ESEC-AE e verificar se nestas matas existe maior diversidade beta da flora arbórea entre: (i) as bacias hidrográficas dos Rios Tocantins e Paraná ou (ii) trechos inundáveis e não inundáveis. Foram alocadas parcelas contíguas de 100m² em transecções de 10 metros de largura, perpendiculares a linha principal de drenagem do terreno. Nas parcelas, todos os indivíduos lenhosos com circunferência a altura do peito superior a 15,7 cm tiveram o tronco mensurado e a altura vertical estimada. Em cada bacia hidrográfica foram alocadas 24 parcelas, totalizando 48 parcelas ou 0,48 ha de amostra. O método de classificação por TWINSPAN foi utilizado para verificar a diversidade beta dentro da comunidade. Na amostra foram encontradas 118 espéciesarbóreas distribuídas em 90 gêneros e 47 famílias botânicas. Foi estimada densidade de 2317 ind.ha-1, área basal de 33,15 m².ha-1 e diversidade de 3,99 nats.ind-1. O método de classificação indicou que a comunidade possui maior variação florística e estrutural (diversidade beta) em função da presença de inundação que em relação à bacia hidrográfica na qual ocorre.

Biografia do Autor

Ricardo Flores Haidar, Universidade de Brasília

Engenheiro Florestal, MSc. Ciências Florestais

Gabriel Damasco, University of California

Engenheiro Florestal, MSc. Ciências de Florestas Tropicais

Miguel Marinho Vieira Brandão, Funatura

Engenheiro Florestal

Daniel Costa Carneiro, Instituto de Permacultura (IPOEMA)

Engenheiro Florestal

Renato Nassau Lobo, Universidade de Brasília

Engenheiro Florestal

Aryanne Gonçalves Amaral, Universidade de Brasília

Bióloga, MSc Botânica

Irving Martins Silveira, Universidade de Brasília

Engenheiro Florestal

Downloads

Publicado

2014-10-06

Como Citar

Haidar, R. F., Felfili, J. M., Damasco, G., Brandão, M. M. V., Carneiro, D. C., Lobo, R. N., Amaral, A. G., & Silveira, I. M. (2014). Florística, estrutura e diversidade da Mata de Galeria da Estação Ecológica de Águas Emendadas ESEC-AE. Brasil Central. Heringeriana, 7(1), 33-49. https://doi.org/10.17648/heringeriana.v7i1.2

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)