NOVA ESPÉCIE BISSEXUADA DE Ocotea Aubl. (LAURACEAE) DE MINAS GERAIS E BAHIA, BRASIL.

Autores

  • João Batista Baitello Herbário Dom Bento José Pickel

DOI:

https://doi.org/10.17648/heringeriana.v9i1.140

Palavras-chave:

Campos Rupestres, Cerrado, Lauraceae, Ocotea, Taxonomia

Resumo

Este trabalho apresenta uma nova espécie bissexuada de Lauraceae, Ocotea georgeshepherdii J.B. Baitello, com ocorrências na Serra da Canastra, Serra Preta, Serra do Espinhaço e Serra da Babilônia dos Cerrados e Campos Rupestres do Estado de Minas Gerais e Cerrados do Estado da Bahia. A espécie é descrita e ilustrada e são feitos comentários sobre sua fenologia, habitat e categoria de ameaça.

Biografia do Autor

João Batista Baitello, Herbário Dom Bento José Pickel

Biólogo, pesquisador científico do Instituto Florestal, São Paulo.

Downloads

Publicado

2015-11-18

Como Citar

Baitello, J. B. (2015). NOVA ESPÉCIE BISSEXUADA DE Ocotea Aubl. (LAURACEAE) DE MINAS GERAIS E BAHIA, BRASIL. Heringeriana, 9(1), 03-12. https://doi.org/10.17648/heringeriana.v9i1.140

Edição

Seção

Artigos Originais