Aplicações da etnobotanica no ramo das plantas medicinais no estado de Mato Grosso

Autores

  • Rogério Benedito da Silva Afiez Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT)

DOI:

https://doi.org/10.17648/heringeriana.v6i1.11

Palavras-chave:

cerrado, comunidades tradicionais, anatomia vegetal, fitoquímica, bioprospecção

Resumo

O estado de Mato Grosso está contemplado com três biomas sendo a Floresta Amazônica, o Pantanal e o Cerrado. Dentro deste último estão inseridas comunidades tradicionais que fazem uso da flora que os cerca com finalidade medicinal. A utilização dessas plantas é cultural e são recomendadas a outras pessoas por meio de comunicação oral. A coleta dessas plantas tem por objetivo subsidiar trabalhos etnobotânicos de plantas nativas com inúmeras propriedades medicinais. O material botânico é submetido à triagem e incorporado em herbário, sendo uma parte destinada a trabalhos de histoquímica e morfoanatomia vegetal, contribuindo com outras áreas da ciência e subsidiando pesquisas de bioprospecção.

Biografia do Autor

Rogério Benedito da Silva Afiez, Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT)

Professor Adjunto li, Laboratório de Botânica do CPEDA(Centro de Pesquisas, Estudos e DesenvolvimentoAgroambientais)

Downloads

Publicado

2014-10-15

Como Citar

Afiez, R. B. da S. (2014). Aplicações da etnobotanica no ramo das plantas medicinais no estado de Mato Grosso. Heringeriana, 6(1), 14-16. https://doi.org/10.17648/heringeriana.v6i1.11

Edição

Seção

Artigos Originais